CONHECIMENTO E SABER NA ERA DIGITAL: RISCOS, DESAFIOS E LIMITES

KNOWLEDGE IN THE DIGITAL AGE: RISKS, CHALLENGES AND LIMITS

Autores/as

Palabras clave:

Novas Tecnologias. Era Digital. Saber. Riscos. Limites.

Resumen

a informação e o conhecimento antecedem a construção do saber ou do conhecimento-guia, em todas as ciências, atingindo o direito, inclusive seu processo de ensino-aprendizagem. Riscos, desafios e necessidade de limites ao emprego das novas tecnologias, da inovação, mormente da inteligência artificial, são problemáticas contemporâneas que necessitam de uma substancial e urgente reflexão. A abordagem tem por escopo investigar a realidade virtual contemporânea, produzida pelas inovações tecnológicas, mormente pelo emprego da inteligência artificial e de suas múltiplas metodologias. A estrutura textual e do pensamento utiliza a metodologia explicativa-descritiva, avançando na perspectiva hermenêutica e teleológica, inserindo-se na perspectiva do pensamento complexo, considerando as singularidades e especificidades, sem olvidar e negar o ser humano (fundamento material do sistema) afetado pelas inovações. A relevância e o impacto se revelam em face da exponencialidade com que as novas tecnologias estão sendo empregadas em todos os ramos do conhecimento e do direito, inclusive no processo de ensino-aprendizagem, produzindo profundas modificações na realidade vital.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

ARMENTA DEU, T. "El proceso en la europa digital", in: CATALINA BENAVENTE, M.C.B; OUBIÑA BARBOLLA, S.O.B. & COLOMER HERNÁNDEZ I.C.H. (coord.), Uso de la información y de los datos personales en los processos: los cambios en la era digital, Thomson Reuters Aranzadi, Madrid, 2022.

BARCAROLLO, F. Inteligência Artificial. Aspectos Ético-Jurídicos, Almedina, São Paulo, 2021.

BEAR, M.F; CONNORS, B. & PARADISO, M.A., Neurociências: desvendando o sistema nervoso, Artmed, Porto Alegre, 2017.

BRUCKNER, P. “Filhos e vítima: o tempo da inocência”, in: MORIN, E. A sociedade em busca de valores: para fugir à alternativa entre ceptisismo e dogmatismo, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

BUSATO, P.C. Neurociência e Direito Penal, Atlas, São Paulo, 2014.

CALIENDO, P. "Ética e Agentes Morais Artificiais", in: SARLET, G.B.S., et. all., Inteligência Artificial e Direito, Fundação Fênix, Porto Alegre, 2023.

CARNEIRO, R. “A educação para todos, ao longo da vida e os novos programas”, in: UNESCO AAVV. As Chaves do Século XXI, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

CARNELUTTI, F. Cuestiones sobre el Proceso Penal, Libreria del Puerto, Buenos Aires, 1960.

CHARDIN, P. T., O fenómeno humano, Tavares Martins, Porto, 1970.

CHESNEAUX, J., “Tirania do efêmero e cidadania do tempo, in: MORIN, E. A sociedade em busca de valores: para fugir à alternativa entre cepticismo e o dogmatismo, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

DELACÔTE, G. “Educação à distância, novas tecnologias e novos métodos de aprendizagem”, in: UNESCO AAVV. As Chaves do Século XXI, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

GIACOMOLLI, N.J., O devido processo penal: abordagem conforme a CF e o Pacto de São José da Costa Rica, Gen/Atlas, São Paulo, 2016.

GRECO, L. Poder de Julgar sem responsabilidade de julgador: a impossibilidade jurídica do juiz-robô, Marcial Pons, Madrid, 2020.

GUILLAUME, M. “A competição das velocidades”, in: MORIN, E. A sociedade em busca de valores: para fugir à alternativa entre cepticismo e o dogmatismo, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

HALÉVY, M. A era do conhecimento: princípios e reflexões sobre a revolução no ética no século XXI, Unesp, São Paulo, 2010.

MACRÌ, E. “Intelligenza artificiale e giustizia preditiva”, in: VIGLIANISI FERRARO, A. Tratado de inteligencia artificial y derecho em el nuevo milênio, Olejnik, Santiago-Chile, 2022.

MORIN, E. “Reforma do Pensamento e da Educação no Século XXI”, in: UNESCO AAVV. As Chaves do Século XXI, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento, Bertrand Brasil, Rio de Janeiro, 2003.

MORIN, E. A Sociedade em Busca de Valores: para fugir à alternativa entre cepticismo e dogmatismo, Instituto Piaget, Lisboa, 2020.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro, Cortez, Lisboa, 2011.

MURPHY, K.P. The machine learning: a probabilistic perspective, Mit Press, Cambridge, 2012.

PARLAMENTO EUROPEU. Resolução do Parlamento Europeu - de 16 de fevereiro de 2017 - 2015/2103 (INL), disponível em: https://www.europarl.europa.eu/doceo/document/TA-8-2017 0051_PT.html, acesso em 15/04/2023.

PÉREZ BRITO, R.L. “El papel de la inteligencia artificial en la educación del siglo XXI”, in: SOLAR CAYÓN, J.I. & SÁNCHEZ MARTÍNEZ, M.O. El impacto de la inteligencia artificial em la teoria y la prática jurídica, La Ley, Madrid, 2022.

PÉREZ, T J.M. & VARIS, T. Media Literacy and New Humanism, Federação Russa, UNESCO, 2010.

RAUX, J.F. “Elogio da filosofia para construir um mundo melhor”, in: MORIN, E. A sociedade em busca de valores: para fugir à alternativa entre cepticismo e o dogmatismo, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

ROMAN, J., “Autonomia e vulnerabilidade do indivíduo moderno”, in: MORIN, E. A sociedade em busca de valores: para fugir à alternativa entre cepticismo e o dogmatismo, Instituto Piaget, Lisboa 2000.

ROSA, A.M. & BOEING, D.H.A. Ensinando um robô a julgar, EMais, Florianópolis, 2020.

SARLET, G.B.S., et. all. Inteligência Artificial e Direito, Fundação Fênix, Porto Alegre, 2023.

SCHWAB, K. A quarta revolução industrial, Edipro, São Paulo, 2016.

TARUFFO, M. & FENOLL, J.N., Neurociencia y processo judicial, Marcial Pons, Madri, 2013.

UNESCO AAVV. As Chaves do Século XXI, Instituto Piaget, Lisboa, 2000.

ZOLO, D. Globalizzazione. Una Mappa dei Problemi, Laterza, Roma, 2004.

ZAMBAM, N.J., “Ética e inteligência artificial: a responsabilidade humana como cuidado da ‘casa comum’, in: VIGLIANISI FERRARO, A. (coord.), Tratado de inteligencia artificial y derecho em el nuevo milênio, Olejnik, Santiago-Chile, 2022.

ZUBOFF, S. A era do capitalismo da vigilância, Relógio d’Água, Lisboa, 2020.

WARAT, L.A. Epistemologia e Ensino do Direito: o sonho acabou, Fundação Boiteux, Florianópolis, 2004.

Publicado

11-05-2023

Cómo citar

Giacomolli, N. J. (2023) «CONHECIMENTO E SABER NA ERA DIGITAL: RISCOS, DESAFIOS E LIMITES: KNOWLEDGE IN THE DIGITAL AGE: RISKS, CHALLENGES AND LIMITS», Cadernos de Dereito Actual, (20), pp. 8–22. Disponible en: https://cadernosdedereitoactual.es/ojs/index.php/cadernos/article/view/928 (Accedido: 21 mayo 2024).